Tratamento da Síndrome Pós-Covid: o que a fonoaudiologia pode fazer por você?


Redação It Mãe
por: Redação It Mãe
Nosso it-team produz o conteúdo mais antenado para mães
Síndrome pós covid Fonolegal - It Mãe

Passar pela COVID é uma situação muito delicada e que requer cuidados especiais. Apesar disso, mesmo após a cura, segundo a Sociedade Brasileira de Imunologia, alguns sintomas podem persistir ou até mesmo surgir após o fim do quadro viral, mas saiba que existe um tratamento para a Síndrome Pós-COVID indicado e feito pelas fonoaudiólogas da Fonolegal.

Ainda que a grande maioria não precise de apoio hospitalar, segundo dados oficiais da prefeitura de São Paulo, aproximadamente 90% das pessoas que tiveram COVID-19 apresentaram um ou mais sintomas mesmo após o período de contágio. Ainda segundo a SBI, 30% das pessoas com ou sem sintoma de COVID pode apresentar sintomas da COVID longa, tardiamente, iniciando semanas após o quadro viral ter terminado com duração de 2 meses até 1 ano (sabidos até o presente momento) em alguns casos.

As profissionais contam que isso acontece pois o vírus tem preferência por se reproduzir nas células neurais do corpo, danificando o caminho que a informação sensorial percorre até chegar ao cérebro. Ou seja, a função do nervo em que o vírus passar pode ficar prejudicada, causando a Síndrome Pós-COVID ou COVID longa ou COVID persistente ou COVID prolongada ou ainda, COVID pós-aguda.

“Dos casos graves aos leves, temos observado as sequelas em diferentes graus e em diferentes idades, inclusive nas crianças. Tanto os casos graves, moderados e leves podem apresentar sequelas de diferentes graus em todas as idades, inclusive em crianças que não sabem relatar com palavras o que estão sentindo, mas que podem ser observadas pelos pais ou cuidadores”, explicam.

Os principais sintomas são: “Prejuízo das funções cardíacas, pulmonares, fadiga, alteração do olfato e/ou paladar, alteração cognitiva, como dificuldade de atenção, memória e raciocínio”.

Porém, é preciso procurar ajuda para melhorar essa situação. “Essas sequelas diminuem significativamente a qualidade de vida, por isso não se pode mais ficar satisfeito apenas em ter sobrevivido, mas devemos ter em mente que sequelas podem e devem ser reabilitadas o quanto antes, para que se possa voltar a ter uma melhor qualidade de vida o quanto antes”.

E é exatamente nesses casos que o trabalho das fonoaudiólogas são fundamentais para auxiliar nessa reabilitação, junto a uma equipe multidisciplinar.

O fonoaudiólogo é capacitado para usar ferramentas como a laserterapia, treino olfatório e gustativo. Tudo isso para complementar o tratamento indicado pelo médico, otimizando a regeneração da função nervosa, potencializando a função muscular, melhorando o quadro inflamatório local. Além disso, possui ampla formação nos tratamentos dos distúrbios funcionais da musculatura oral e das alterações da comunicação a fim de atuar de maneira assertiva nas sequelas das seguintes funções:

Respiratórias: reabilitar o olfato, a respiração nasal, adequar a higiene nasal;

Alimentares: mastigação e deglutição, seletividade alimentar, incluindo a reabilitação do paladar;

Cognitivas: reabilitar a linguagem e cognição como: memória, organização do discurso, aprimorar a atenção e a organização do dia a dia de uma forma geral, além de aumentar a velocidade de processamento de informação.

Portanto, as fonos ressaltam que é preciso procurar ajuda especializada. Se você ou até mesmo seu filho não sabe explicar em palavras, mas está menos atento, com sensação de cabeça vazia, dificuldade em lembrar palavras e organizar o discurso, se está comendo menos, rejeitando alimento, não percebe cheiros e sabores bons ou ruins como antes, não compreende o que é explicado, esquece mais do que antes, procure um médico e um fonoaudiólogo para encontrar o melhor tratamento.

Lembre-se, é preciso continuar lavando muito bem as mãos, usando álcool em gel 70%, máscaras e evitando levar as mãos ao rosto para que o vírus não seja levado às vias respiratórias. Aliás, a lavagem nasal ainda ajuda a lubrificar e limpar as secreções acumuladas nas vias aéreas no dia a dia, durante a COVID e em outras doenças respiratórias, evitando que aconteçam infecções secundárias no muco parado no local.

SERVIÇO PARA IT MÃES

Por fim, para saber mais detalhes sobre esse tratamento da síndrome pós-COVID, basta entrar em contato através do site oficial da Fonolegal e seguir o Instagram @fonolegal.

*publieditorial

  • Redação It Mãe

    Nossa equipe está sempre super antenada produzindo o melhor conteúdo para as mães. Tem alguma sugestão? Mande para contato@itmae.com.br

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)