Como evitar lábios ressecados em tempos de máscara

Como evitar lábios ressecados, mantendo-os saudáveis e bonitos sem deixar a proteção contra a COVID-19 de lado


Dra. Carla Bortoloto
por: Dra. Carla Bortoloto
Médica especializada em dermatologia clínica e cirúrgica
Com o uso das máscaras, tendemos, involuntariamente, a ingerir uma menor quantidade de água. Isso acaba comprometendo a hidratação de todo nosso organismo, inclusive a dos lábios que se tornam ressecados e mais suscetíveis às lesões (foto: It Mãe)

Você tem notado seus lábios ressecados depois que passou a usar máscaras de proteção?

Não tem jeito: as máscaras se tornaram um acessório indispensável. Se por um lado elas nos protegem do coronavírus, por outro acabam tornando a pele do rosto mais propícia ao ressecamento. Em especial a dos lábios, que além de apresentarem uma pele mais fina, quase não possuem glândulas lipídicas.

O contato da máscara, por vezes raspando na pele, justamente ao efeito oclusivo que ele provoca, acaba desidratando e agredindo os lábios. E com o clima seco da estação, o problema se agrava, tornando-os ainda mais ressecados, ásperos e com fissuras.

A seguir, explico como evitar lábios ressecados, mantendo-os saudáveis e bonitos sem deixar a proteção contra a COVID-19 de lado:

Prepare os lábios antes de colocar a máscara de proteção


Talvez você vá passar horas com a parte inferior do rosto – incluindo a boca – coberta. Daí a importância de preparar os lábios para o uso da máscara, com a aplicação de lip balm antes de colocar a proteção na face. Opte por versões com alto poder de hidratação e reparação; e não se esqueça de reaplicar o produto durante o dia (após o almoço, por exemplo). Isso garantirá uma barreira de proteção, não deixando lábios ressecados ressecamento e/ou descamados.

Hidratação anti lábios ressecados

Com o uso das máscaras, tendemos, involuntariamente, a ingerir uma menor quantidade de água. Isso acaba comprometendo a hidratação de todo nosso organismo, inclusive a dos lábios que se tornam ressecados e mais suscetíveis às lesões. Então, para evitar isso, a dica é realmente monitorar se está se hidratando menos. Caso perceba que sim, use um aplicativo, o alarme do celular ou crie um método próprio como lembrete para beber água (de 2 a 2,5 litros por dia). O importante é não deixar a sede chegar, uma vez que ela é um indicativo de que já estamos desidratados.

Não passe a língua nos lábios   

É quase que instintivo: os lábios ressecaram, você vai e passa a língua para “hidratá-los”.  Mas atenção, isso causa justamente o efeito inverso. Os sais e o pH ácido da saliva acabam agredindo os lábios, podendo, inclusive, causar assaduras!

Esfoliação labial

Além de remover as células mortas, esfoliar os lábios irá ajudar na regeneração, suavização e hidratação de sua pele. Então, uma vez por semana faça uma misturinha com 1 colher (chá) de mel e 1 colher (chá) de açúcar. Aí, aplique delicadamente sobre os lábios, em movimentos circulares. Deixe agir por 15 minutos, enxague e finalize com um lip balm.               


Hidratação noturna reforçada evita lábios ressecados


Dormir é atualmente o maior período que passamos sem máscara (exceto se você está em home office). Portanto, aproveite esse momento para tratar seus lábios, investindo em cremes específicos para o período noturno. Além mais espessos, esses produtos possuem ativos, como lipídios, vitamina E, ácido hialurônico e Dexpanthenol, que garantem não apenas uma maior hidratação, mas ajudam a restaurar as lesões já existentes.

Você também pode gostar:

  • Dra. Carla Bortoloto

    Médica especializada em Dermatologia clínica e cirúrgica, tricologista, professora da Pós-Graduação em Dermatologia das Faculdades BWS, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD)

Data da postagem: 30 de junho de 2020

Tags: , , , , , ,

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)