10 dicas básicas e essenciais para mamãe de primeira viagem


Redação It Mãe
por: Redação It Mãe
Nosso it-team produz o conteúdo mais antenado para mães
10 dicas essenciais para mamãe de primeira viagem It Mãe
Dicas básicas e essenciais para mamãe de primeira viagem It Mãe

Para tudo tem uma primeira vez, mas a maternidade é um caso especial. São tantas as decisões, os medos, os pitacos, que às vezes é difícil controlar a ansiedade. Mas, mamãe de primeira viagem, é isso que o seu bebê mais precisa: sua paciência. É, não é fácil, mas é possível. 

Por isso, a preparação é tão importante. Ter planos de ação preparados para possíveis eventualidades te ajudam a descansar melhor e manter a calma nos momentos de desespero. Para te ajudar a se programar, preparamos 10 dicas valiosas para você, que é mamãe de primeira viagem. 

1. Prepare-se para o parto

Está chegando o grande momento: o parto. Essa é a hora que a espera acaba e, finalmente, você poderá segurar seu bebê nos braços e admirá-lo. Mas não significa que não seja um grande evento e, junto a ele, a ansiedade e o medo vêm de mãos dadas. 

Para ajudar a controlar todas essas sensações, um plano de parto é essencial, principalmente para mamãe de primeira viagem. É nesse planejamento que você, junto ao seu obstetra, vai decidir entre cesárea ou parto normal, a opção por analgesia, por uma trilha sonora, se terá uma doula, a posição em que deseja dar a luz e quem estará lá para te acompanhar. 

No intuito de reduzir o nervoso quando chega a hora do trabalho de parto, visitar as maternidades de sua escolha com antecedência é uma boa ideia. Conheça a infraestrutura que cada uma oferece, saiba quais têm banheiras, caso seja sua escolha. 

Além disso, trace diferentes percursos e estime o caminho mais rápido para chegar lá quando for a hora. Saiba qual é o protocolo da maternidade escolhida caso não haja leito no momento em que chegar, conheça as salas de pré-parto e decida se você ficará confortável em cada uma delas. 

Por último, mas não menos importante, guarde suas energias nas últimas semanas antes do parto. Você precisará de muita força tanto para o momento do parto, quanto para a primeira semana do bebê em casa, que é sempre cansativa. 

2. Considere armazenar as células-tronco

Você certamente já ouviu falar de pesquisas científicas com células-tronco. Essas células presentes no cordão umbilical têm um grande potencial de uso médico no tratamento de várias doenças, já que têm a capacidade de se transformar em qualquer tipo de célula presente em nosso corpo.

Por isso, mamãe de primeira viagem, considere a possibilidade de armazená-las e converse com seu médico. A coleta é simples, indolor, dura menos de 5 minutos e é realizada logo após o parto, quando mãe e bebê já estão separados. 

3. Reserve dinheiro para as vacinas

Não é uma surpresa que um novo membro da família demanda planejamento financeiro. Além das vacinas para gestantes, a vacinação do seu bebê não é algo para se brincar. 

A maior parte das vacinas necessárias no primeiro ano de vida do seu bebê está englobada no Calendário Nacional de Vacinação, mas existem algumas outras que também são indicadas pela Sociedade Brasileira de Pediatria, oferecidas apenas na rede privada, como a meningite B e a ACWY.

Veja cada um dos valores e reserve a quantia necessária para proteger seu bebê de situações indesejadas. Planejar o futuro é muito importante! 

4. Não se desespere com o choro do seu bebê

Seu bebê passou 9 meses em um ambiente confortável e protegido, para subitamente começar a viver de outra forma. O choro é a única maneira que ele tem de se comunicar. Por isso, tenha paciência!

Nem sempre o choro significa que tem algo de errado, como fome ou dor. Muitas vezes, pode ser apenas tédio, insegurança e vontade de passear no seu colo. Tenha calma e o conforte sempre que ele precisar!

5. É hora de dormir

Por mais que pareça uma contradição, o fato é que quanto mais cansado seu bebê estiver, mais dificuldade ele terá para dormir. Por isso, assim que ele começar a bocejar e dar os primeiros sinais de sono, arrume-o no berço. Reduza a luz ambiente e ponha uma música de ninar para ajudá-lo. 

Agora, um detalhe importante é não deixá-lo completamente no escuro durante as sonecas diurnas. Assim, ele já começa a acostumar com o dia e a noite e treina o relógio biológico para que você não precise passar tantas noites acordada. 

É importante criar uma rotina definida para o seu bebê, ou aceitar quais os horários dele e se encaixar a eles. Com o tempo isso vai ficando mais claro. Mas o horário certo para o banho, a troca de fraldas, das sonecas e da hora de dormir, vão ajudá-lo a se sentir seguro e menos irritado. 

6. Durma sempre que puder

Nos primeiros dois meses de maternidade, você terá muito trabalho pela frente. Entre a amamentação constante, troca de fraldas, choro, dificuldade para dormir, sua própria alimentação e hora do banho, telefonemas, mensagens e visitas… não tem como não se sentir sobrecarregada. 

Por isso, sempre que tiver alguns minutinhos, aproveite e tire uma soneca. Além de não ter medo de recusar visitas. Explique que você precisa de tempo para atender as demandas de seu novo bebê, e as pessoas entenderão. 

7. Aceite ajuda, você é uma só!

Não só aceite, como peça ajuda. Muitas vezes as pessoas ao nosso redor não pensam em oferecer ajuda, mas não significa que elas não possam ajudar. 

Você acabou de passar por um parto, o que demanda demais do seu corpo, e ainda tem um bebê que depende de você o tempo todo. Você é só uma e manter a casa limpa, organizada, a geladeira cheia e seu corpo alimentado são coisas que outras pessoas podem ajudar. 

Se você tiver um companheiro nessa empreitada, não o deixe de lado. Neste caso, é mais do que o dever de te “ajudar”, como o bebê é também dele. Então, faça questão de envolvê-lo em todas as necessidades, tanto do bebê quanto as suas. Vocês são um time!

8. Saia de casa e veja o mundo

Assim que o pediatra liberar seu bebê para passeios, aproveite. Não tem necessidade de ficar dentro de casa durante todos os meses da sua licença-maternidade, e nem te fará bem. Faça passeios curtos, aproveite a luz do sol do começo da manhã para que você e seu bebê tenham suas doses diárias de vitamina D. 

Dentro do quesito “organização para facilitar a vida”: tenha uma bolsa de bebê pronta para passeios com: 

  • Fraldas descartáveis;
  • Lenços umedecidos;
  • Pomadas contra assaduras;
  • Fraldas de mão e boca;
  • Forro para fraldário;
  • Uma ou duas trocas de roupa, de acordo com a estação. 

9. Conheça técnicas de alívio de cólicas

As cólicas fazem parte do amadurecimento do sistema digestivo da criança e a grande maioria dos bebês passam por elas. Infelizmente, o choro de cólica é aquele que deixa qualquer mamãe de primeira viagem de coração na mão, mas é importante respirar fundo e não se desesperar. 

Existem técnicas para ajudar a cólica a passar mais rápido:

  • Massagem shantala: pode ser feita desde os primeiros dias de vida;
  • Banho de ofurô ou balde: a água morna acalma o bebê e o ambiente aconchegante faz com que ele se lembre do útero;
  • Colocar o bebê de barriga para baixo;
  • Fazer compressas com um pano aquecido ou bolsa de água quente: tenha cuidado com a temperatura e use sempre uma fralda de proteção, pois a pele do bebê é muito sensível.

10. Não se cobre demais

A sensação de culpa que acompanha a maternidade é algo extremamente comum. Mas tente entender que você é só um ser humano, e por isso jamais será perfeita. Nesse sentido, é legal você ter um grupo de mães com quem possa dividir suas angústias, experiências e ideias. 

Se você não tiver amigas próximas, use as redes sociais e encontre um grupo que te acolha. Só quem estiver passando pelas mesmas situações poderá te compreender e te ajudar emocionalmente

Se for sua vontade, volte a trabalhar sem culpa. Saiba que é melhor para o seu bebê ter uma mãe feliz e satisfeita do que alguém infeliz ao lado por ter deixado sua vida profissional de lado. Não se esqueça de cuidar de si mesma, você ainda é uma pessoa que tem necessidades e vontades.

  • Redação It Mãe

    Nossa equipe está sempre super antenada produzindo o melhor conteúdo para as mães. Tem alguma sugestão? Mande para contato@itmae.com.br

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)