Entenda a importância do protetor solar para crianças no verão


Redação It Mãe
por: Redação It Mãe
Nosso it-team produz o conteúdo mais antenado para mães
Importância do protetor solar para crianças - It Mãe

Antigamente, as bochechinhas vermelhas depois de um dia de sol eram consideradas um benefício saudável de aproveitar o verão ao ar livre. Entretanto, estudos mostraram muitos efeitos prejudiciais à saúde com a exposição ao sol, por isso é essencial investir no uso do protetor solar para crianças o quanto antes!

De acordo com a especialista em dermatologia infantil, Doutora Priscilla Langner, os principais impactos são causados pelos raios de luz ultravioleta invisível (UV). Quando os raios ultravioleta (UVA e UVB) penetram na pele, eles danificam as células, causando lesões visíveis e invisíveis.

Além disso, também é importante ter cuidado com as queimaduras solares, que são extremamente comuns na época de praia e piscina! Basicamente, a queimadura é um tipo de dano visível, que aparece apenas algumas horas após a exposição ao sol. Em muitas pessoas, esse tipo de dano também causa bronzeamento ou aumento da pigmentação da pele, que é perceptível alguns dias após a exposição ao sol.

Por outro lado, os raios de luz ultravioleta também causam danos invisíveis às células da pele. Enquanto parte da lesão é reparada, outra parte do dano celular aumenta ano após ano. Após 20 ou 30 anos, os danos acumulados aparecem como rugas, manchas e até mesmo câncer de pele!

Por tudo isso, o uso do protetor solar é recomendado diariamente, até mesmo em dias nublados. Por mais que as nuvens bloqueiem boa parte dos UVB, elas não protegem dos raios de bronzeamento UVA. 

Como escolher o protetor solar para crianças?

Primeiramente, todos os bebês devem ser mantidos longe do sol direto e cobertos por roupas protetoras, quando possível. Se a exposição ao sol for inevitável, o protetor solar deve ser aplicado nas áreas expostas, como rosto e mãos. 

Para crianças com mais de 6 meses de idade, os filtros solares já são considerados seguros. É interessante optar por um protetor de amplo espectro, com FPS 30 ou superior. A capacidade de proteção do filtro solar é avaliada por seu Fator de Proteção Solar (FPS) – quanto maior o FPS, mais forte é a proteção. Os produtos rotulados como “amplo espectro” indicam que passaram no teste de proteção contra UVA. 

As fórmulas com dióxido de titânio e óxido de zinco podem resultar em descoloração esbranquiçada da pele. Portanto, para crianças de pele escura, os filtros livres dessa substância são as melhores opções.

Na hora de aplicar o protetor solar para crianças, garanta que o produto seja uniformemente distribuído sobre toda a pele descoberta, incluindo orelhas e lábios, mas evite as pálpebras. Aplique o filtro 30 minutos antes de sair e reaplique pelo menos a cada duas horas. Se você estiver nadando ou suando, o protetor solar deve ser aplicado com mais frequência. 

Por outro lado, também existem os filtros solares em spray, que exigem um certo cuidado para evitar a inalação acidental do produto, principalmente com as kids. Neste caso, é recomendado borrifar protetor solar nas mãos e depois aplicá-lo na pele, em vez de borrifar o rosto diretamente.

Outras formas de proteger as crianças da exposição solar

Se possível, evite o sol entre 10h e 14h. É melhor planejar atividades internas ou procurar sombra sob árvores, guarda-sóis ou tendas. Aliás, uma regra prática útil é que, se sua sombra for mais curta do que você, o sol está diretamente acima e é melhor se esconder. 

Quando estiver ao ar livre, cubra sua pele com roupas de proteção solar, incluindo um chapéu de aba larga para proteger o rosto, couro cabeludo, orelhas e pescoço. Além de filtrar o sol, roupas com tecido protetor refletem o calor e ajudam a manter o corpo mais fresquinho. 

Como cuidar de uma queimadura solar

Por fim, a Doutora Priscilla reuniu algumas dicas importantes para aliviar o incômodo dos pequenos quando as queimaduras solares acontecem:

  • Experimente usar um banho frio para reduzir o calor na pele;
  • Aplicar hidratantes logo após o banho ajudará a reduzir o ressecamento associado a uma queimadura;
  • Um creme de hidrocortisona, que pode ser encontrado na farmácia, pode ajudar a aliviar a inflamação;
  • Após consultar o seu pediatra ou dermatologista, o ibuprofeno pode ajudar a reduzir o inchaço, a vermelhidão e o desconforto;
  • Qualquer queimadura de sol com bolhas deve ser avaliada imediatamente pelo seu pediatra.
SERVIÇO PARA IT MÃES

Para conhecer todos os tratamentos e marcar sua consulta com a Doutora Priscilla Langner, é só acessar o site. Fique por dentro também das dicas e novidades no Instagram oficial @priscillalangnerdermato.  

*publieditorial
  • Redação It Mãe

    Nossa equipe está sempre super antenada produzindo o melhor conteúdo para as mães. Tem alguma sugestão? Mande para contato@itmae.com.br

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)