Meu filho tem olheiras. E agora?


Redação It Mãe
por: Redação It Mãe
Nosso it-team produz o conteúdo mais antenado para mães
O que fazer quando seu filho ou filha tem olheiras? It Mãe

Ver adultos com olheiras não é nenhuma novidade, tampouco motivo para alarme. Afinal, a vida nos cobra tantas atividades que as horas de sono nem sempre colaboram o suficiente para nosso descanso. Por outro lado, quando vemos uma criança com olheiras é sempre motivo de estranheza. E quando você descobre que o seu filho tem olheiras, como agir?

Parece que não faz o menor sentido uma criança ter olheiras, afinal eles ainda estão no início da vida e são tão cheios de vigor! Porém, é possível e até mais comum do que se imagina. Em um primeiro momento não há motivo para desespero. Se as olheiras aparecem sozinhas sem nenhum outro sintoma grave ou recorrente relacionado, elas podem estar ligadas a fatores relativamente simples.

O que causa as olheiras?

As olheiras são uma espécie de mancha ao redor dos olhos, que se destacam na parte inferior podem dar um aspecto meio soturno ou de desleixo. Assim como nos adultos, nas crianças elas podem aparecer por diversos motivos, sendo a mais comum a privação de sono. Quando não dormimos o suficiente existe uma concentração de pigmentação vascular ao redor dos olhos, deixando a pele mais arroxeada.

Outros fatores que podem levar a formação de olheiras são a genética e alergias. Quando uma mãe tem olheiras persistentes é bem capaz que seu filho também tenha, isso porque elas não são reflexo de nenhuma outra coisa além da sua genética. Neste caso elas podem ser o reflexo de uma pele mais fina embaixo dos olhos ou de uma flacidez da pálpebra, que não causam nenhum problema além do estético.

Em crianças, outra coisa que é bem comum e pode contribuir na formação das olheiras são as alergias, sejam elas respiratórias ou de pele. Resfriados, rinite alérgica e bronquite tendem a causar uma irritação nos olhos e isso pode desenvolver as olheiras.

Em resumo, se o seu filho está sadio e não tem nenhum outro sintoma, não existe motivo para se preocupar. De qualquer forma, como mãe precavida, na dúvida não hesite em levar seu pequeno ao médico. Ele orientará da melhor maneira!

  • Redação It Mãe

    Nossa equipe está sempre super antenada produzindo o melhor conteúdo para as mães. Tem alguma sugestão? Mande para contato@itmae.com.br

Data da postagem: 17 de janeiro de 2020

Tags: , , , ,

Vale a pena dar uma olhada na minha seleção de produtos incríveis e serviços
 que facilitam sua vida de mãe ;)